Fique por dentro dos artigos e posts da T4

Blog

Inadimplência, o mal que prejudica o caixa das empresas e atinge mais de 59 milhões de pessoas

Você sabia que 59,4 milhões de consumidores brasileiros estão no radar da inadimplência? Esse número representa quase 40% da população na faixa etária entre 18 e 95 anos. Esses são os dados do SPC Brasil e da CNDL, de junho de 2017. De forma geral, essa quantidade de pessoas reflete os problemas ocasionados pela alta taxa de desemprego e pela ausência de controle financeiro individual. No mesmo período do ano de 2016, eram estimados 59,8 milhões de inadimplentes. Isso afeta gravemente os setores da economia, já que a população e as empresas ficam endividadas. Hoje, os bancos concentram quase 49% das pendências no país, seguidos pelo comércio (20%), comunicação (14%) e companhias de água e luz (8%). E os dados não param por aí. Continue lendo e descubra como a inadimplência prejudica o caixa de famílias e de organizações em nosso país. Ao final, você terá algumas estratégias para se livrar dela rapidamente!

Os tipos de pessoas que ficam negativadas

Segundo o Mapa da Inadimplência no Brasil, realizado pela Serasa Experian em 2014, haviam 35 milhões de pessoas com dívidas atrasadas há mais de 90 dias e com valores acima de R$ 200. A região norte concentrava a maior taxa de inadimplentes, representada por 31,1% da população. A faixa etária mais representativa era entre 26 a 30 anos, ocupando 29,9% dos negativados. No contexto dos grupos sociais, a maior parte dos inadimplentes são jovens adultos da periferia (23% do total), seguidos pela massa trabalhadora urbana (17%), adultos urbanos estabelecidos (14%) e donos de negócios (10%), os quais entram em grandes dificuldades.

Os problemas para os donos de negócios

A inadimplência dos clientes leva à falta de caixa empresarial para pagar os fornecedores e colaboradores, além de causar dificuldades com a organização financeira. Isso pode gerar escassez nos recursos corporativos, sejam físicos ou intelectuais. No entanto, existe também o ciclo de dívidas, criado pela própria empresa para se desenvolver e manter em funcionamento no segmento escolhido. Nessa questão específica, existem várias razões envolvidas.

Motivos que marcam a inadimplência nas empresas

Além da crise econômica nacional, grande parte da inadimplência empresarial é gerada pela falta de política de crédito do governo. As empresas não conseguem pagar as altas taxas de juros de financiamentos e empréstimos. Tais fatores as tornam menos competitivas no mercado, promovendo um ciclo de dívidas intermináveis, que é capaz de resultar no fechamento de portas. No entanto, existem alguns caminhos para se livrar dessa situação e fazer o caixa lucrar novamente!

Estratégias para se livrar das dívidas

Cada empresário deve utilizar práticas corretivas e preventivas para eliminar as contas atrasadas, tais como:
  1. Conhecer a fundo os fatores que causaram a inadimplência;
  2. Cobrar e negociar com os devedores (clientes e parceiros);
  3. Verificar os números e valores das prestações atrasadas;
  4. Criar novas fontes de captação de recursos;
  5. Gerenciar e adequar o estoque;
  6. Negociar as pendências com os envolvidos (fornecedores, bancos etc.).
Todas essas estratégias fazem parte de um diagnóstico completo para controlar e solucionar o caixa. Além disso, é interessante realizar...

Uma reestruturação financeira para sair da crise

Se as dívidas já estão instaladas há algum tempo e estão crescendo dia após dia, o ideal é realizar a reestruturação financeira, identificando os principais sinais de crise e riscos inerentes a operação, mercado e gestão. Essa tática é complexa, mas você não precisa aplicá-la sozinho. A T4 Consultoria pode te ajudar, oferecendo a solução completa para analisar as finanças da sua empresa com mais assertividade, eliminando as chances de voltar às dívidas. Para saber mais, conheça os nossos serviços e saiba como podemos contribuir para que o seu negócio alcance melhores resultados!

Fale Conosco

Nossos profissionais podem fornecer maiores detalhes sobre nossos serviços.

Todos os direitos reservados - 2020

Contato

  • (11) 2787-6430

  • Avenida Paulista, 1079 - 7º andar

  • São Paulo – SP

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.