Fique por dentro dos artigos e posts da T4

Blog

Financiamento para projetos culturais com bancos públicos - Saiba como funciona

Quais os caminhos para a arte no Brasil? Segundo participantes em um dos debates do seminário Economia da Arte, realizado pela Folha e Itaú Cultural, a arte no Brasil poderia ter um peso econômico bem maior se houvesse política pública efetiva para o setor.

De acordo com dados mais recentes do Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil, a indústria criativa foi responsável por injetar R$ 171 bilhões na economia brasileira em 2017. Outra informação importante é referente à geração de empregos, somadas as áreas de audiovisual, patrimônio e artes, música, artes cênicas e expressões culturais, houve geração de 106 mil empregos em 2017.

O consultor empresarial da T4 Consultoria, Marcelo Viana, explica que é possível obter financiamento para projetos culturais com bancos públicos, mas é preciso ter um projeto bem elaborado e objetivo quanto à finalidade do aporte para a área cultural:

“O importante que se saiba é que há investimento para o fomento da cultura no país, mesmo que ainda insuficientes segundo discussões sobre o tema no Brasil. Para conseguir financiamento é preciso entender sobre as diretrizes de cada um dos bancos e agentes que oferecem o recurso, depois disso, relacionar o projeto cultural com os itens presentes no edital”, explica.

Confira: Como obter financiamento para reduzir riscos ambientais – Saiba

Alternativas de financiamento para projetos culturais com bancos públicos e demais agentes

Financiamento para projetos culturais via BNDES

É possível, por meio do programa BNDES Fundo Cultural – Apoio à Cultura, obter financiamento para projetos culturais. Entidades e órgãos públicos assim como instituições privadas sediadas no Brasil sem fins lucrativos podem solicitar o recurso.

A ideia desse programa é apoiar projetos de preservação e revitalização do patrimônio cultural brasileiro (patrimônio material e imaterial, acervos memoriais e instituições culturais reconhecidamente portadoras da identidade cultural brasileira).

Os projetos podem ser apresentados a qualquer momento e poderão ser avaliados quanto ao mérito e enquadramento com os regulamentos. A análise de projetos é realizada três vezes ao ano pelo Comitê de Patrimônio Cultural e Economia da Cultura. A data para submeter o projeto é de até trinta dias antes de cada Comitê.

“É preciso observar as diretrizes gerais e específicas e ficar atento quanto aos prazos e se o projeto é financiável de acordo com o edital do programa”, esclarece Viana.

Banco do Brasil

O Banco do Brasil possui a linha específica de Incentivo à Cultura em parceria com o Ministério da Cultura.

Essa linha apoia a atividade audiovisual e dentre as linhas disponíveis há a possibilidade do financiamento desde o micro e pequeno artesão até a exportação de direitos de exibição de obras audiovisuais nacionais no exterior.

Patrocínio junto ao Banco do Nordeste (BNB)

Dentre as possibilidades de financiamento para projetos culturais com bancos públicos está o patrocínio junto ao BNB.

“Nesse caso, o projeto cultural precisa estar dentro do que a instituição acredita, despertando o interesse de investimento por parte do BNB e de associação de sua marca”, explica o consultor.

Caixa Cultural

Ainda no quesito financiamento para projetos culturais com bancos públicos está a linha de Patrocínio que engloba: apoio ao patrimônio cultural brasileiro; apoio a festivais de teatro e dança e programa de ocupação dos espaços caixa cultural.

Há também a categoria Projeto que engloba o ‘gente arteira’ que apoia ações de arte-educação, cujo público-alvo é: crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência, vinculados a escolas da rede pública ou instituições voltadas para a inclusão social. E há também dentro da mesma categoria a Mostra Bienal Caixa Novos Artistas, que tem como finalidade projetar artistas em início de carreira.

Leia: Possibilidades de financiamento para projetos científicos - Conheça

Petrobrás Cultural

Esse é um programa de patrocínio para arte e cultura. Existe desde 2003 como o maior programa de seleção pública para projetos culturais do país.

“É uma opção para grandes projetos culturais que possam agregar valor cultural ao país. Dentro da proposta desse programa está a escolha de projetos inovadores, de alto potencial e que contem com capacidade técnica única”, esclarece Viana.

Fundos de Fomento à Cultura junto às Prefeituras Municipais

Outro meio para se obter financiamento para projetos culturais é verificar qual é o programa específico para o fomento à cultura de cada município.

“Projetos voltados à arte-educação, por exemplo, podem encontrar nesses fundos municipais o subsídio necessário para entrarem em ação”, explica Viana.

Consultorias especializadas são indicadas para se obter financiamento para projetos culturais?

Dependendo do tipo de projeto, ter o auxílio de uma consultoria pode ser recomendado.

“Projetos grandes, que têm grande chance de agregar valor cultural ao país, principalmente aqueles que podem atrair a atenção dos demais países ao produto cultural brasileiro, impactando, inclusive, a economia do país, podem precisar de ajuda. Uma consultoria especializada pode auxiliar no processo da elaboração do projeto, para que esteja dentro da proposta do edital do banco público específico”, conclui.

Fale Conosco

Nossos profissionais podem fornecer maiores detalhes sobre nossos serviços.

Todos os direitos reservados - 2020

Contato

  • (11) 2787-6430

  • Avenida Paulista, 1079 - 7º andar

  • São Paulo – SP

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.