Fique por dentro dos artigos e posts da T4

Blog

Reestruturação financeira: identifique riscos e alcance soluções poderosas

Para a sua empresa permanecer em operação, com alta performance e produtividade mesmo em cenários adversos, ela precisa estar bem balanceada entre as suas entradas e saídas. Quando essa balança entra em desequilíbrio, é sinal de que sua empresa precisa com urgência de uma reestruturação financeira. Isso pode ocorrer por diversos motivos, e você pode descobrir quais são eles lendo esse artigo.

Como o desequilíbrio pode exigir uma reestruturação financeira?

Existem fatores externos que influenciam diretamente no desempenho de sua empresa. Um deles é o mercado, e como ele se comporta... Num cenário de crise econômica, por exemplo, seu negócio pode ter seu balanço financeiro abalado por falta de entradas. Isso pode acontecer por conta de uma queda nas vendas da empresa. Ou ainda pela escassez de crédito disponível no mercado, pelos altos níveis de inadimplência em fases de crise. Outro fator que pode exigir uma reestruturação financeira da sua empresa é também o objetivo e meta de expansão do seu negócio. Definir como meta, por exemplo, o aumento de vendas ou de prestação de serviços, na maioria das vezes, significa aumentar infraestrutura de produção, logística e equipes. Isso onera a folha de pagamento da sua empresa.

O que é reestruturação financeira e como ela pode te ajudar nisso?

Este é um instrumento que tem como objetivo adaptar todo o planejamento financeiro do seu modelo de negócio a um cenário específico. Isso pode ser resultado de uma análise criteriosa de uma conjuntura atual. Ou do planejamento de um quadro financeiro necessário para comportar uma demanda referente a uma meta da empresa. A reestruturação financeira age implementando controles mais rígidos para garantir a viabilidade de todos os pagamentos necessários para operação do negócio sobreviver em cenários adversos.

Reestruturação financeira a partir do plano de negócios da sua empresa

Uma das estratégias mais imediatas e prática para aplicar uma reestruturação financeira da sua empresa é reavaliando o seu plano de negócios. Nessa análise deve se focar em como balancear financeiramente as entradas e saídas. A partir dele deve-se identificar quais são as fontes de entrada de capital. É necessário criar novas oportunidades para que aconteça um volume maior de entrada. Outra questão importante é conhecer muito bem todas as formas por onde saem o capital da empresa. Quando esses pontos são identificados é possível fazer uma análise da produtividade de cada uma dessas saídas, buscando reduzi-las sem perder qualidade nos produtos e serviços.

Casos de emergência: como salvar minha empresa com reestruturação financeira?

Muitos são os casos de empresas que precisam de um chamado de S.O.S financeiro para se manter firme no mercado. Aqui vamos falar um pouco sobre as vias para se conseguir esse resgate.

Reestruturação financeira negocial

Por essa estratégia é possível fazer renegociações e acordos para manter as linhas de crédito da sua empresa intactas. Dessa forma, se consegue manter uma fonte de novos recursos. Entretanto, a partir apenas da negociação, não existe plena segurança jurídica. O acordo fica vulnerável ações jurídicas, apontamentos e pedidos de falência. Quando há negociação direta entre os credores e empresas, elas são tratadas individualmente. É uma maneira mais prática de realizar uma estruturação financeira emergencial, menos burocrática, mas é importante que ela seja conduzida por profissionais especializadas.

Reestruturação financeira por recuperação judicial

A recuperação judicial é uma maneira institucional de evitar a falência de uma empresa. Seu objetivo é viabilizar que a empresa consiga superar uma situação de crise econômica e financeira. Usando essa ferramenta a empresa tem condições de manter suas operações, mantendo o emprego dos trabalhadores e o interesse dos credores. Dessa forma preserva-se a empresa, com sua função social, estimulando assim a economia. A recuperação judicial deve ter pedido feito na justiça. A partir dele, a empresa terá 6 meses para conseguir um acordo com seus credores para que consiga sair da crise financeira. Assim, deve ser apresentado o plano para um juiz. Quando o plano é aprovado, a empresa consegue o processo de recuperação judicial. Se o plano não for aprovado para o juiz, é decretada a falência da empresa.

Busque a ajude de especialistas em reestruturação financeira

Não importa qual seja o motivo pelo qual sua empresa necessite disso, é muito importante ter um impecável plano de reestruturação financeira para salvar sua empresa dos riscos de falência. Você não precisa pensar em tudo sozinho, e na verdade nem é recomendável que faça isso. Para implementar uma reestruturação financeira eficiente é preciso ter conhecimento amplo de todas as possibilidades disponíveis e questões jurídicas envolvidas. A T4 Consultoria tem equipes muito bem preparadas para ajudar a sua empresa agora, guiando você para a melhor alternativa possível para garantir a saúde financeira do seu negócio e seu legado. Entre em contato e descubra qual é a melhor solução para você e a sua empresa!

Fale Conosco

Nossos profissionais podem fornecer maiores detalhes sobre nossos serviços.

Todos os direitos reservados - 2020

Contato

  • (11) 2787-6430

  • Avenida Paulista, 1079 - 7º andar

  • São Paulo – SP

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.